sábado, agosto 06, 2011

Organize-se para ir ás compras:: Aprenda a poupar!

Depois de deambular pelos corredores do supermercado a encherem o carrinho, chegam à caixa e oops, a conta é bem maior do que estavam à espera. A realidade é que a conta do supermercado pode levar uma grande parte do salário e com os preços a subirem constantemente há que gerir o orçamento com rigidez, sem que devido a isso a qualidade da alimentação baixe. E existem diversas formas de o fazer.



Nada de ir às compras com fome


É garantido que se alguém for às compras de estômago vazio vem com o carrinho mais cheio, especialmente de coisas pouco saudáveis. Se tiverem de ir ao supermercado com fome, comam antes uma maçã, nozes, algo que inclua proteína ou fibra, para que o estrago não seja grande.


Planear


É importante fazer uma lista de compras antes de ir às compras. A lista de compras do supermercado ajuda a traçar um rumo. Se for possível, criem uma lista de acordo com as refeições que pretendem fazer em casa. Decidam previamente que pratos vão cozinhar, e façam a lista de acordo com esse plano. Isto para não deixarem alimentos estragarem-se e para poupar mais idas ao supermercado sem necessidade, evitando gastar tempo e dinheiro.

Comprar genéricos



Usualmente os genéricos ou marcas brancas são mais baratas e apresentam basicamente a mesma qualidade que os outros. Todavia, tenham sempre em atenção a comparação dos preços dos genéricos com as outras marcas, pois nem sempre são mais baratos.


Vão às compras com um objetivo


É necessário irem às compras com um objetivo: poupar, e para isso é necessário tempo e disponibilidade. Se for necessário revezarem-se para irem às compras à vez e perderem apenas o tempo de um, então façam-no. Quando uma pessoa tem um objetivo, ela não precisa de distrações mas de cumprir esse objetivo.


Levem calculadora


Podem apenas levar um telemóvel com essa função, porque uma das formas de comprar mais barato é comprar embalagens maiores, e normalmente tem de se fazer contas para ver com que valor fica cada unidade.


Substituam


Pensem sempre no que consomem e se podem substituir esse produto por outro mais acessível, desde que seja na mesma saudável. Por exemplo, os cereais de pequeno-almoço podem ser substituídos por aveia que, comprada em grandes volumes, fica muito mais barata, sendo muito mais saudável; se gostam de refrigerantes optem por água com gás e uma rodela de limão, ou com um pouco de sumo à mistura – pouparão e farão melhor à saúde; os iogurtes podem ser substituídos por marcas genéricas que normalmente são muito semelhantes. Se numa semana estiver em promoção outro produto semelhante ao que compram, então substituam e aproveitem a oportunidade.


Comprem alimentos não processados


Normalmente os alimentos não processados são mais baratos e mais saudáveis. Por exemplo, em vez de comprarem enlatados como feijão, grão, fruta, optem por comprar o produto não processado e cozinhá-lo em casa. O queijo em bola fica mais barato do que o queijo fatiado. Tentem perceber se os produtos processados que compram, não são possíveis de comprar sem serem processados, fazendo-os posteriormente em casa. Na realidade, deixam de pagar aos fornecedores pelo trabalho de processarem os alimentos por vocês.


Comprem em atacado


Quanto maior a embalagem da quantidade do produto, maior a poupança. Isto funciona especialmente bem para produtos que se sabe que se vão gastar e que não são perecíveis, como o papel higiénico. Funciona lindamente para farinha, arroz, sacos de fruta, frutos secos, detergente da máquina, papel higiénico, folha de alumínio, enfim, quanto maior a quantidade da embalagem, maior a poupança.


Tracem o caminho


Se já conhecem o supermercado, dirijam-se apenas aos locais onde necessitam de ir para preencher a lista de compras que trazem já feita de casa. De outra forma irão olhar para coisas que de repente sentem uma necessidade de comprar. Quando chegarem à prateleira do produto que pretendem comprar, aí , não olhem apenas para a prateleira do meio, olhem também para a parte de baixo e de cima, onde podem encontrar produtos mais baratos que os do meio.


Substituam a carne


Está comprovado que uma dieta que inclua carne é mais cara que uma vegetariana. Não têm de eliminar a carne completamente, mas tentem substituir a carne por outro tipo de proteína como o tofu, ovos, feijão, lentilhas. Desta forma, estarão a contribuir para uma melhor saúde e para uma maior poupança.


Aproveitem as estações


Os alimentos sazonais são mais baratos e são normalmente bons aditivos a uma alimentação saudável pois incluem vegetais e fruta. O tomate é mais caro no Inverno do que no Verão, a manga é mais barata em Novembro e Dezembro porque é a época dela, os morangos são mais baratos em Maio e Junho, etc. Verifiquem quais são os produtos da época no supermercado e aproveitem os preços para fazerem refeições mais saudáveis.


Usem cartões e descontos


Usem e abusem dos cartões dos descontos, das promoções, dos cupões de desconto, mas tendo sempre em atenção aos preços e à necessidade desse alimento ou produto, isto para que não se entusiasmem com opções baseadas na publicidade. Lembrem-se que um bom negócio só é realmente bom se for em algo que normalmente compram, e não algo que vão comprar só porque está em promoção!


Fonte: anossavida.pt

Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...