sexta-feira, agosto 29, 2008

1º trimestre

Os primeiros 3 meses foram tão maus!
Sempre cansada, sempre com sono e o pior de tudo, sempre enjoada...
As noites eram o pior, não terminava o dia sem vomitar. Não tinha fome e enjoei tudo o que tivesse um cheiro mais forte, incluindo a carne que me recusei a comer.
Mas ao mesmo tempo andava tao feliz!!!
O papá e eu, escolhemos os nomes, Beatriz se for menina, Tomás se for menino, todos gostaram.
Na consulta do 3º mês, o Dr. E. pediu para fazer a ecografia e o rastreio Bioquimico do 1º trimestre.
Marcamos a ecografia e as análises em Almada, para o dia 8 de Agosto. Quando lá cheguei, odiei o sítio, e hoje estou mais que arrependida de lá ter ido. Tudo correu mal! As análises foram horríveis, fiquei com o braço super dorido, e até ao penso fiz alergia. Conclusão, andei dias com o braço negro e com uma enorme queimadura do penso.
A ecografia, ainda foi pior, o médico que fez a ecografia, era uma calvagadura, que nem me explicou nada do que se estava a ver, nem tirou todas as medidas necessárias. Conclusão, em vez de um momento feliz e de conforto, só obtive frustação. Tão diferente do que tinha sido, aqui em Setúbal...
Mas o pior ainda estava para vir!
No dia 21 de Agosto, telefonaram da cliníca para informar que tinha consulta no dia seguinte com o Dr. E., logo ás 8h30. Não estranhei, porque sabia que o resultado do rastreio era enviado para o Dr. Por isso nada me preparou para o que estava a vir.
Quando entramos para a consulta, o Dr. E., na forma mais calma que conseguiu, informou-nos que o rastreio dera positivo! E que o risco do bebé vir com problemas era muito elevado, pois os níveis hormonais estavam realmente muito alterados.
Apartir daí não ouvi mais nada, foi o Pedro que teve o sangue frio de saber o que havia a fazer.
Caí num desespero tal que não tive reacçaõ, sei que o Dr. E. tentou acalmar-me e assegurar-me de que tudo correria bem, mas nessa altura, ja eu estava muito longe...
Fomos para casa, totalmente despedaçados. Doía tanto, o meu bebé, o meu querido bebé não estava bem...
Nesse dia só dormi e chorei, não tinha cabeça para nada.
Mas a saga continuou. No mesmo dia á noite, fomos jantar a casa da minha sogra, que tinha ido buscar os relatórios ao laboratório. Assim que lá cheguei, fui logo abrir os relatórios, para ler o que lá dizia.
Tal não foi o meu espanto, quando confirmei que o relatório e o que o médico me tinha dito, não batiam certo!!!
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...