quinta-feira, junho 04, 2009

Está na hora da caminha...

Só para recordar...

"(...). Quem tem filhos sabe que a educação não é uma conjunto de regras adquiridas, compiladas em manual, que basta seguir para ter como resultado crianças seguras, felizes e bem educadas.Quem tem filhos sabe que o caminho da educação faz-se andando, ou seja, adaptando as convicções de adultos sem filhos às crianças que nos calharam em sorte. Teorias há muitas e para quase todas à quem defenda o contrário.Uma das mais polémicas é que respeita ao sono. Ensinaram-nos a acreditar que os bebés devem dormir no seu berço e mais crescidos na sua cama. Que dormir com os pais é um péssimo hábito. Que os torna dependentes e mimados. Que devemos ensinar os nossos fihos a dormir a noite inteira, sozinhos nos seus quartos. Aliás, é a pergunta que mais nos fazem quando temos um bebé: «Já dorme a noite inteira?»É cultural esta tendência para tornar desde cedo as crianças autónomas dos pais. Uma necessidade para quando tem de se trabalhar o dia inteiro longe dos filhos. Noutras culturas, não é assim. A autonomia conquista-se gradualmente, não é imposta, não é «ensinada». Por isso, há quem defenda que o sono seja partilhado, ou seja, que as crianças possam dormir com os pais enquanto isso lhes der segurança e conforto. (...)."

Excerto de: http://aquihabebe.blogspot.com/2009/06/dormir-com-os-pais.html

O Tomás, tem o seu quartinho, mas ainda não dorme nele.
Quando veio da maternidade para casa, tinhamos no nosso quarto, um bercinho, onde o Tomás passou a dormir.
Há cerca de mês e meio, o berço tornou-se pequeno, então decidimos montar a cama de grades no nosso quarto.
Assim o Tomás tem a caminha dele e ao mesmo tempo está muito perto dos papás.
Por decisão dos papás, o Tomás dorme na sua caminha, mas é claro que existem dias de excepção.
Assim quando o nosso pequenito, está doentito, com dorzinhas, irritadiço ou não quer dormir, vem para a cama dos papás. Porque depressa aprendemos, que, estar conosco na caminha, o acalma. Por isso vai adormecer mais depressa e vai dormir mais e melhor.
Nos dias em que está calmo, adormece sozinho na sua caminha. Se está sonolento, também o colocamos na sua caminha...
A grande grande excepção, é quando os papás, sentem muito a sua falta, ou quando passamos o dia longe dele. Dormir com ele, é também uma forma de "matar" saudades e de o mimar... e sabe-nos muito bem!
Não praticamos o co-sleeping em exclusivo, porque achamos que o casal tem direito ao seu espaço e privacidade. Mas também não somos contra, por isso arranjamos um meio termo.
E assim será, desde que todos se sintam confortáveis...

E convosco como é? O bebé vai dormir na vossa caminha? Ou terá desde logo a sua caminha?

Bjs

Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...