terça-feira, março 22, 2011

A revolta de uma geração.



Enquanto voltava a casa,liguei o mp3 do P. Gosto de ouvir música enquanto conduzo.
É certo que os gostos do P. e os meus, em termos musicais não são bem iguais.
Mas começou a tocar esta canção, e a floresta estava linda, com o sol a bater por entre as árvores. E o meu cérebro entrou em piloto automático, para conduzir e focou-se cada vez mais na letra da música, que tocava.
Já tinha ouvido esta música várias vezes. Mas a letra nunca me tinha chamado á atenção.
Esta música, "Youth of the Nation", da banda P.O.D., é inspirada, nas mortes ocorridas por disparos, realizados por estudantes, contra os seus colegas nas escolas de Santana High School e Columbine High School.
O vídeo, tem como fundo, as fotografias dos jovens que perderam a sua vida.

E eu comecei a ouvir. E comecei a interpretar. E derrepente o meu coração encheu-se de uma tristeza tão grande!
Como é possível, que os nossos jovens, cheguem a um ponto de desespero tão grande, que cometam actos tão tresloucados?!

"(...)it happened so fast I didn't really know this kid
though I sat by him in class. Maybe this kid was reachin out for love or maybe
for a moment he forgot who he was or maybe this kid just wanted to be hugged(...)"

Acho sinceramente, que a culpa é nossa!
Acho que andamos tão cegos, com as nossas carreiras, com as nossas agendas. Com os carros que aspiramos comprar. Com o estilo de vida que tentamos alcançar.
Que acabamos por os afastar! Não me entendam mal, não estou a dizer que não amamos os nossos filhos! Mas quantos de nós se esforçam realmente, para o demonstrar?!
Chegamos a casa, cansados do nosso trabalho, da nossa rotina diária. Queremos fazer o jantar rápido, para descansar, certo?
E tempo para eles, quando vem? No fim de semana? Os filhos assemelham-se então a um hóbbie?! Desculpem dizer isto, não quero ferir susceptibilidades.
Não deveríamos estar empenhados em passar tempo de qualidade com os nossos filhos?
Quantos de nós, conhecemos realmente, os nossos filhos?
Qual a música que gosta? Quais são os seus planos para o futuro? Os seus receios? Se está bem, ou se se sente sozinho?

Eu sei que pensamos, estar a fazer o melhor! Mas acredito que podemos fazer ainda melhor!
Se a nossa vida é feita de rotinas, então vamos incluir os nossos filhos nelas! Vamos chegar a casa e abraçá-los, beijá-los. Perguntar como correu o dia!
Vamos incluí-los nos nossos planos. Mostrar-lhe que são importantes.
E se tivermos de chegar ao ridiculo,de termos de agendar tempo para os nossos filhos. Então vá, escrevam nas vossas agendas, que hoje e amanhã e por aí fora, áquela hora, é dia de estar com eles! E cumpram!

Vale a pena ouvir a música, e realmente pensar, no que podemos fazer para ajudar as novas gerações.
Se a escola se encarrega de fazer deles cidadão educados.
Cabe aos pais fazer deles melhores seres humanos.
Pensem nisto.
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...