sexta-feira, abril 01, 2011

Hoje é dia...


Ia em direcção a Junglinster, quando fui obrigada a parar no cruzamento principal. A fila era interminável, estava tudo fora dos carros a correr de um lado para o outro. E eu sem perceber nadinha.

De seguida, um dos senhores que por lá têm andado a marcar a estrada, bate-me no vidro e diz-me, para sair do carro e ver se posso ajudar.

Quando, saio do carro e olho em frente, nem queria acreditar!

No meio do cruzamento, estava uma carroça, virada de pernas para o ar! E havia abóboras, couves tomates e nais uma parafrenália de vegetais, espalhados pelo chão.

A dona da carroça, corria para todos os lados, na tentativa de apanhar o burro, que se soltara da carroça, e que parecia estar a tentar "esborrachar" tudo quanto era abóbora e tomate!

A cena era completamente de doidos!

Estavam 2 faixas paradas, com as pessoas na rua, tudo a tentar salvar algum dos vegetais espalhados!

A mulher com os cabelos todos desgrenhados e com falta de um ténis, andava aos gritos a dizer que parassem de lhe roubar os vegetais, porque ela sabia quantos lá estavam.

Aparentemente, o acidente começara, com o burro a perder uma ferradura e a desiquilibrar-se.

O empregado da bomba, que fica mesmo ali ao lado, gritava que a ferradura, tinha entrado pela janela e que tinha partido, umas quantas garrafas e que agora a senhora tinha que pagar os estragos. Fora a janela, que fora partida pela ferradura!

Agora o grande problema, era onde é que andava o ténis da senhora e quantas abóboras eram afinal!

A senhora da florista, veio também juntar-se á festa e dizer que o ténis, estava afinal em cima do seu telhado. E que tinha batido contra o gerador e que agora o frigorífico das flores, não funcionava.

Ao abrir a porta da florista para falar, entra o burro loja a dentro e pôe-se a comer tudo quanto era flor. E a dar ao rabo de tal forma, que todas as jarras vieram parar ao chão!

Nisto tudo, chega a polícia, para tomar conta da ocorrência. mas logo por azar, uma das rodas do carro da polícia, "esborracha" uma das abóboras, da dona da carroça. Que se pôe logo aos gritos que aquilo era tudo um complot. Que lhe queriam roubar as abóboras e que até achava, que tinham sabotado a ferradura do burro!

A polícia, achou que a situação era extremamente grave e mandou fechar um perímetro de segurança á volta de toda a área. Vieram depois uns técnicos, aos estilo CSI, para tirar as impressões digitais a todos, inclusive ao burro!

Concluíu-se então, que o cão, da senhora da carroça, com ciúmes do burro, por este andar sempre com a dona e ele não. Tinha durante a noite, tirado os parafusos á ferradura do burro. e que tinha sido esta, afinal, a grande razão de tão grande acidente!

A polícia, mandou chamar o cão e de imediato, lhe algemaram as 4 patas, para que este não pudesse fugir!

Quanto á dona da carroça, viu-se obrigada, a fazer um seguro, para cada uma das patas do burro. e a pagar todos os estragos causados pelo acidente.

Depois da estrada limpa, e de feita a contágem de todas as abóboras e legumes. chegou-se á conclusão, que faltava uma abóbora. E que ninguém saía dali, enquanto a abóbora não aparecesse!

Mandou-se chamar um helicóptero, para do alto inspeccionar a zona. E chegou-se á conclusão, que a abóbora em falta, estava no topo do lar de idosos, mesmo em cima da antena de televisão. Onde agora funcionava como satélite, e estava á mais de uma hora a transmitir a Playboy!

Descoberta a abóbora, deixou-se a lá ficar, pois todos sabiam que em breve a abóbora apodecia. e pelo menos durante uns tempos, divertiam-se os velhotes!


Feliz dia das mentiras!


Espero que não se deixem enganar, ou pelo menos , não muito!

Bjs
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...