quarta-feira, janeiro 21, 2009

Desabafos, receios e dúvidas...

Ontem fui ao médico de família para renovar a baixa. Passou-me novamente ate dia 14 de Fevereiro. Será que o T. nasce até lá? Ou será que vou precisar de renovar a baixa novamente?... Tou ansiosa, gostava de já o ter comigo, mas ao mesmo tempo, tou a começar a sentir um apertozinho, de quem não sabe bem o que me espera.... Fui também levantar as análises que fiz no dia 2 de Janeiro. Parece estar tudo bem. Saltei página a página, á procura da, análise á urina. Queria saber se tinha acusado proteínas na urina, mas não, está tudo bem...Tenho tido a tensão um pouco alta e como na minha família existem muitos casos de hipertensão, comecei com receio da pré-eclampsia... Eu sei que sou parva! O P. bem diz que o mal é da internet e do excesso de informação. No tempo das nossas mães, não havia nada disso e as grávidas eram muito mais tranquilas... Hoje acordei com as cuecas molhadas. Mas não fiquei muito preocupada, porque era pouco. E bem que o Dr. me avisou que podia ter descargas vaginais. Se for muito, ou se ocorrer várias vezes durante o dia, aí sim é caso para ir ao hospital. Até agora, não voltou a acontecer. Estupidamente, resolvi ver videos de partos. Mais valia não ter visto. Impressionaram-me a sério e fiquei com medo! Bem sei que o parto é algo natural...mas acho que até agora andava a idealizar muito a situação. Como se num dia acordasse e tivesse o T. comigo. Ai, que sou tão mariquinhas! Eu que até para tirar sangue, tem de ser deitada ou desmaio...lol. Como vai ser??? E agora não posso dizer ao P., porque me tenho feito sempre de forte e convenci-o a assistir ao parto e tudo! Mas a verdade é que vejo a tempo a passar e cada vez o nó na garganta é maior. Espero que ele não desista da ideia de assistir, porque a verdade é que a ideia de passar por tudo sozinha me deixa apavorada :( O meu lindinho tem sido um querido, ontem disse-me que pediu ao chefe para ficar comigo mais 15 dias depois do T. nascer. Ou seja, para além dos 5 dias iniciais, vai ficar mais 15 dias em casa. Diz que é para me ajudar e para nos ambientarmos ao pequenote juntos. Adorei que tenha feito isso. Não foi algo que tívessemos falado, e por ter sido ele a pensar nisso, dou-lhe ainda mais valor. A verdade é que tem demonstrado ser um grande companheiro e uma grande ajuda. Acho que a mamã te escolheu um papá com um P bem grande :)
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...